Dúvidas de como escolher uma parafusadeira

Como escolher uma parafusadeira?

Tem dúvidas sobre como escolher uma parafusadeira?

Tais ferramentas ajudam muito no dia a dia, isso porque, com elas todo o trabalho envolvido em apertar ou soltar parafusos é significativamente facilitado.

Atualmente, existem no mercado inúmeras parafusadeiras dos mais variados tipos, marcas e funções, o que complica bastante na hora da compra e se você está pensando em comprar a sua, é provável que tenha se perguntado como escolher uma parafusadeira.

Há uma série de fatores que você precisa considerar antes de comprar uma ferramenta, quer saber quais são? Continue lendo a seguir que vamos explicar!

Como não errar na escolha de uma parafusadeira?

Para escolher corretamente uma parafusadeira que atenda as suas demandas, você deve considerar os seguintes fatores.

Finalidade: esse é o principal aspecto que deve ser considerado, afinal ele definirá qual a melhor parafusadeira para você.

Para facilitar responda as seguintes perguntas:

  • você usará para fins domésticos ou profissionais?
  • você fará uso prolongado da ferramenta frequentemente?
  • os locais em que você pretende usar a sua parafusadeira dispõem de energia elétrica?

Ergonomia: esse é um aspecto muito importante a ser analisado e dependerá diretamente do item anterior, isso porque, dependendo do uso que tiver a ferramenta, você precisará se atentar se a mesma não trará prejuízos para a sua saúde, como as lesões por esforço repetitivo (LERs).

Além disso, é importante que você escolha uma ferramenta que caiba na sua mão, que seja emborrachada e que não seja muito pesada.

Praticidade: é um aspecto muito relevante no momento da escolha da sua parafusadeira, afinal quanto mais prática for a ferramenta, mais rápido é o seu uso.

Dois pontos importantes neste sentido: se você não possui uma furadeira, considere comprar uma parafusadeira que contenha também tal função e se tiver um pouco mais de dinheiro para investir, prefira uma parafusadeira sem fio;

Assistência técnica: pode parecer bobagem a primeira vista, mas sempre que for adquirir um equipamento você deve observar se a marca possui assistência técnica autorizada próxima a sua região, afinal você quer prolongar a vida útil da sua ferramenta.

Muitas pessoas acabam descartando seus produtos por não conseguirem assistência adequada e pelos custos com envio serem maior que o da ferramenta em si, justamente por não ser próxima a sua região.

Preço: não se pode esquecer-se do preço a ser pago, afinal, é necessário ter bom custo beneficio e caber em seu orçamento.

Obviamente quanto maior a qualidade, maior o preço (como por exemplo: os modelos a bateria costumam ser mais caros que os outros). De forma geral, o preço variam de acordo com a marca e as características, mas sabendo da sua necessidade e da quantia que você tem disponível, será fácil escolher.

Entendendo as potências: qual a voltagem ideal para a minha parafusadeira?

Observar qual a potência da parafusadeira antes de adquiri-la é uma atitude que evita incômodos futuros. Isso porque, quanto maior a voltagem da ferramenta, maior sua potência e melhor é o seu desempenho.

A potência das parafusadeiras são medidas por meio de volts (V) e, basicamente existem seis tipos de potência disponíveis no mercado atualmente, os quais:

  • 3,5 e 4,8 volts: parafusadeiras mais simples, e por ser a de menor potência, é indicada para serviços também simples;
  • 9,6 volts: muito indicada para serviços domésticos, as parafusadeiras de 9,6 volts são ótimas para serviços em madeira ou metal. Colocar prateleiras ou instalação de luminárias, são excelentes exemplos de utilização;
  • 12 volts: um pouco mais robusta que as anteriores, as parafusadeiras de 12 volts são indicadas para além das superfícies mencionadas, também para serviços de alvenaria;
  • 14,4, 18 e 20 volts: modelos mais robustos e para serviços mais profissionais. Por essas características, podem ser utilizadas para parafusar ou desparafusar concretos e superfícies de densidade similar.

Geralmente as máquinas de impacto são as que possuem maior potência entre as parafusadeiras disponíveis no mercado atualmente (14,4 e 18 volts), mas vale reiterar que a escolha dependerá dos seus objetivos.

Lembrando que esses modelos costumam ser mais caros, quando comparado a outros tipos de parafusadeira.

De forma geral, a voltagem define a quantidade de torque que cada parafusadeira possui e por consequência, define também a sua força.

Quanto maior a voltagem, maior o torque e maior a força. Por isso, antes de comprar sua ferramenta verifique esse aspecto atentamente.

Torque

Como já mencionado, o torque influencia diretamente na força que a ferramenta possui, mas não para por aí.

O torque também é responsável por fazer a regulagem da força que será colocada na superfície a ser parafusada, quanto maior o torque maior o controle e menores são os possíveis estragos.

Resumidamente, o torque é o poder de rotação que a parafusadeira carrega consigo, a quantidade dessa força deve variar em função de dois pontos, os quais: o tamanho do parafuso e o material da superfície que será parafusada.

Para tarefas domésticas e mais simples, você pode comprar uma parafusadeira de até 3Nm de torque, já para as mais complexas é recomendado acima de 20Nm. Porém, há disponível no mercado modelos que possuem até 50Nm.

Se você decidiu por comprar uma ferramenta com torque acima de 30Nm, não se esqueça de verificar se a mesma possui controle de torque, assim você evitará diversos possíveis estragos.

Com fio ou sem fio?

Modelos com fio e sem fio: como escolher a parafusadeira ideal?

Outro aspecto muito relevante na escolha da sua parafusadeira é em relação a presença ou não de fios, isso porque, você deve se lembrar que o fio ficará esticado enquanto você realiza o trabalho.

Porque isso importa? Os motivos são vários, mas os principais são:

  • Fios podem causar acidentes (mesmo que pequenos), pois alguém pode tropeçar nele enquanto você realiza o trabalho, desta forma, principalmente para quem tem crianças o ideal é que seja sem fio;
  • O fio limita o local onde o trabalho deverá ser realizado, afinal ele tem um tamanho definido e deve-se considerar que ele ficará preso em uma tomada;
  • O fio é utilizado para levar energia ao aparelho. Em locais em que não há energia elétrica, é inviável usar a ferramenta.

Em contrapartida, cabe lembrar que os modelos de parafusadeira sem fio, geralmente custam mais que aqueles tradicionais.

Atente-se para os acessórios de sua parafusadeira

Outro ponto que não pode ser deixado de lado no momento de entender como escolher uma parafusadeira é se ela vem acompanhada de acessórios.

Carregador, maleta e bits são os mais comuns.

Atentar-se aos bits (também conhecidos como pontas) é o mais importante, em alguns casos, essas ferramentas vêm acompanhada de um conjunto com 10, 12, 20 ou 30 bits que pode ser utilizado para aplicar parafusos em superfícies diferenciadas.

A parafusadeira Smart GSR 1000-LI da Bosch, por exemplo, possui em sua maleta, um conjunto com 10 bits.

Em resumo: qual parafusadeira comprar?

Espero que suas dúvidas sobre como escolher uma parafusadeira tenham sido esclarecidas. Agora é aproveitar e escolher o melhor modelo para as suas necessidades.

Fizemos um check-list para você não esquecer os pontos mais importantes a se considerar no momento da compra, veja só:

  1. para qual finalidade a ferramenta será utilizada (uso doméstico ou profissional)?
  2. atente-se a ergonomia para fazer uma escolha acertada;
  3. a marca possui assistência técnica próximo a minha casa?
  4. após entender a finalidade do uso (ponto 1), eu escolhi a potência correta?
  5. o torque da ferramenta atende as minhas necessidades?
  6. com fio ou sem fio (elétrica ou a bateria)?
  7. ela vem acompanhada de acessórios?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *